Faturamento da indústria aumenta 0,5%, mostra indicador CNI

03/04/2018

Depois de dois meses consecutivos de queda, o faturamento da indústria aumentou 0,5% em fevereiro na comparação com janeiro, na série livre de influências sazonais. Com isso, o faturamento real é 6,5% superior ao registrado em fevereiro de 2017, informam os Indicadores Industriais, divulgados no dia 2 de abril, pela CNI.

Conforme a pesquisa, as horas trabalhadas na produção caíram 0,5% em fevereiro frente a janeiro, na série de dados dessazonalizados, interrompendo uma sequência de três resultados positivos. Na comparação com fevereiro do ano passado, as horas trabalhadas na produção cresceram 1%. O nível de utilização da capacidade instalada ficou em 78%, praticamente o mesmo de janeiro, e está 1,4 ponto percentual acima do registrado em fevereiro de 2017.

O levantamento mostra ainda que o emprego continua se recuperando. O indicador de emprego subiu 0,1% em fevereiro frente a janeiro na série livre de influências sazonais. Em relação a fevereiro do ano passado, o emprego aumentou 0,5%.

"Essa melhora, ainda que lenta, do emprego industrial é muito importante. É sinal de que a confiança do empresário está se traduzindo em aumento da produção e das contratações, apontando para a retomada dos investimentos", afirma o economista da CNI, Marcelo Azevedo.

A massa real de salários aumentou 1,2% e o rendimento médio real do trabalhador cresceu 1,8% em fevereiro frente a janeiro na série dessazonalizada. Na comparação com fevereiro de 2017, a massa real de salários subiu 3,4% e o rendimento médio real, 2,9%.

 

 

Produção física da indústria têxtil e de confecção mantém recuperação

19/03/2018

A produção física de têxtil cresceu 9,1% e de confecção 5,3% em janeiro de 2018, em relação ao mesmo período de 2017. Os dados, apurados pelo IBGE e divulgados pela Abit, confirmam o movimento de recuperação visto ao final de 2017.

Empregos

Em janeiro de 2018, o saldo da geração de empregos do setor têxtil e de confecção foi de 8.271 postos de trabalho, conforme mostram dados mensurados pelo Caged, do Ministério do Trabalho. No mesmo período de 2017, foram criados 6.503 mil postos de trabalho, também segundo Caged.

Balança comercial

Em fevereiro de 2018, o valor em dólares das importações de têxteis e confeccionados aumentou 31,6% e o das exportações subiu 14,8% na comparação com o mesmo período de 2017. O déficit da balança comercial cresceu 35,4% no segundo mês de 2018, quando comparado com fevereiro de 2017.

Varejo

Com dados divulgados sempre com defasagem de dois meses pelo IBGE, o varejo mostrou crescimento em 2017. De janeiro a dezembro de 2017, o varejo de vestuário cresceu 7,6%, em comparação com o mesmo período de 2016

Pesquisa Conjuntura Abit

A pesquisa elaborada exclusivamente pela Abit comprovou, também, um aumento na confiança do empresariado do setor têxtil e de confecção. Dentre os entrevistados, 63% projetavam uma produção acima do esperado para os meses de fevereiro e março de 2018 e vendas aumentadas em 70% para o mesmo período.

 

Fonte: ABIT

Contato


captcha
Powered by BreezingForms

Localização


Rua Alameda Bela Aliança, 06 - Jardim América ⁞ Rio do Sul/SC ⁞CEP:89160-172 ⁞Telefone: (47) 3521-0129